Europa Central/Oriental-AMS-Berlin-Praga-Viena-Budapest por Jota

Viagem de volta ao passado depois de 25 anos retornar aos mesmos lugares!

Roteiro: 1 dia e meio em Amsterdam para rever o básico.
5 dias em Berlim
4 dias em Praga
3 dias em Viena
2 dias e meio em Budapest

AMSTERDAM

Como viajamos de KLM e tinha que parar em Amsterdam, assim resolvemos ficar 1 dia e meio para fazer um citysightseeing de Hop On Hop Off que custa 28,00 por pessoa por 24 horas. Achamos que valeu a pena pelo pouco tempo que tínhamos. E também dava direito ao passeio pelo Canal Cruises para visitar os canais.

A escolha do museu foi o RIJKSMuseum para ver suas obras e é claro a clássica: Ronda Noturna de Rembrandt. Desta vez não deu para ir no museu de Van Gough, mas quem nunca foi deve separar um tempo importante para sua visita.

Ficamos no Amsterdam House Hotel Eureka, muito bem localizado, com uma vista privilegiada do Canal. O quarto era pequeno e o banheiro também mas compensava pelo astral do lugar. No final de semana que chegamos os preços estavam um pouco acima da média, mas é possível conseguir preços menores pelo wwww.booking.com

.Jantamos no bom Ristorante d’Antica, italiano clássico com boas opções de massas de bom custo/benefício. Regulierdwarsstraat 80-82

AMSTERDAM – BERLIM via KLM

Já tínhamos voado de São Paulo para Amsterdam, via KLM, e confirmamos a recomendação,  pela pontualidade, serviço de bordo, conforto das poltronas e atendimento do pessoal de terra e de bordo.

 

BERLIM

Voltar a uma cidade depois de 25 anos é mesmo uma viagem no tempo. Da outra vez fizemos os passeios básicos turísticos, mas desta vez, como ficamos na casa de minha sobrinha, tínhamos informações privilegiadas de atrações, restaurantes, lojas, museus, o que para nós foi muito mais proveitoso.

Berlim é cheia de boas surpresas, bons cafés, excelentes restaurantes originais e muita história. Com relação aos museus não deixe de visitar o Museu Histórico Nacional.

A 2ª Guerra Mundial se encarregou de destruir uma grande parte da cidade, mas ela mesmo assim  nos revela atrações de uma grande metrópole. Uma cidade que de modos diferentes sintetiza a história, cultura, valores de uma cidade preocupada com as questões contemporâneas e manutenção de grandes  áreas verdes e garantia de espaços de cultura.

1º dia – Passeios pelo parques de Berlim, que não conhecia ,para ver os Berlinenses se esbaldando pelo sol de verão!

A tarde o clássico símbolo sombrio da cidade: KURFÜRSTENDAMM e seus arredores com sua arquitetura impressionante e muitas obras de artes espalhadas pelas ruas do entorno.

Não deixe de ver a KAISER-WILHEIM-GEDACHTNIS-KIRCHE – um dos símbolos sombrio da cidade que ficou de pé após os bombardeios de 1943.

2ºdia – Fugindo um pouco dos passeios clássicos, fomos no TREPTOWER Park que é um jardim do século 19, às margens do rio Spree e que tem o famoso Memorial Soviético, com os túmulos de 5.000 soldados do Exército Vermelho. Se tiver tempo é uma visita que vale a pena que beleza do parque e do seu sentido histórico. O caminho é muito agradável, com um parque com fontes, lagos e muito bem cuidado nos detalhes, com uma estética preocupada com a ordem e simetria. Lanche pelas ruas comendo as  deliciosas salsichas/linguiças alemãs.

VAPIANO – este restaurante que está se espalhando pelo mundo é uma boa opção de comida rápida, quando você não tem muito tempo para comer em um restaurante mais clássico. O cardápio é mundial e não temos surpresas; ótimas saladas, pizzas e massas.

A  tarde visita ao  PERGAMONmuseum – um dos museus mais bonitos  e importante de história antiga do mundo. Entrada a 18,00 euros por pessoa. Reserve pelo menos 2 horas para ficar neste museu que está em reforma, com previsão de entrega em 2018.

A noite visita a ALEXANDERPlatz com sua torre famosa de 368 metros de altura que oferece a melhor vista do alto da cidade e dá para ter uma noção de toda a cidade.  Entrada para subir de elevador na torre 18,00 Euros. Tem um bom restaurante giratório, com comida boa. Tivemos a sorte, de mesmo sem reserva, conseguir uma boa mesa para jantar e ver o por de sol que estava fantástico. RESERVE!

3ºdia – POSTDAMER Platz – uma nova área da cidade com lojas, cinemas, restaurantes, prédios surgindo a todo instante que vale a pena ser visitada. Logo alí ao lado a PHILHARMONICA, que tem ótimos concertos. Tivemos a sorte de assistir a um ensaio no térreo do teatro.

BRANDENBURGER Portal – o ponto turístico mais clássico de BERLIM, que vemos nos filmes e noticiários merece visita com tempo livre para tomar uma cerveja e comer um lanche nas barracas de WURST  para apreciar a atmosfera do local.

REICHSTAG – Edifício simbólico de Berlim. Tem que entrar e subir na cúpula. Não se esqueça de reservar antes!

Museu  Histórico Alemão – Imprescindível para entender um pouco mais a história do povo alemão. Terças-feiras é de graça.

Jantar no bom restaurante AMICI. Jagerstrase 56.

 

4ºdia – O MURO – visita ao MAUER é uma volta ao tempo com início de sua construção em 13 de agosto de 1961 e  com sua queda em 09 de novembro de 1989. É um marco da guerra fria entre ocidente e oriente e vale a pena sempre ler um pouco mais sobre este fatídico marco histórico de nosso tempo.

Almoço no excelente WELTrestaurant aol lado do MARKTHALLE  Pucklerstrasse,34 – O melhor APFESTRUDEL de minha vida! Recomendo!!!!!

TEMPELHOF – antigo aeroporto de Berlim que agora virou um grande parque público com bons restaurantes no entorno e lojas que vão surgindo nesta nova área da cidade que está se valorizando.A noite tivemos  uma boa surpresa. Os berlinenses estavam comemorando o solstício de verão, com FETE DE LA MUSIQUE  e a cidade tinha música em todos os parques, bares, ruas! Uma verdadeira festa musical para todos os tipos de públicos.

 

5ºdia – Caminhar pelas ruas de Alexander Platz, Friderichstrasse e almoço no bom italiano Parma di Vini Benedetti, fica fora do circuito turístico mas bem local  com ótimo custo benefício. Utrechtestrasse,31.

A tarde ida de trem de Berlim para Praga- normalmente em 4 horas de viagem – 38,00 por pessoa de 2ª classe mais 3,00 para marcar lugar, o que eu recomendo, para não ter problemas com assento na hora do embarque. Excelente vagão restaurante com a melhor comida de trem que já comi! Espetacular a um bom preço

PRAGA

Ficamos no excelente NOVOTEL PRAHA Wenceslas Square. Conseguimos um bom preço via site da Rede Accor. Katerinska,38 e que fica a 7 minutos a pé da Wenceslas Square, um dos principais pontos históricos de Praga. O café da manhã custava no hotel 16,00 euros por pessoa e ao lado,  no  delicioso CrossCafe  saiu por menos de 6,00 por pessoa.

Voltar a um lugar depois de 25 anos…notamos que nosso memória tinha nos enganado. Praga é muito mais linda do que lembrávamos! Realmente é uma cidade que se precisa andar, andar, olhando muito para cima! Cada prédio, guardadas as diferenças de época e de sua proposta arquitetônica, merece um olhar cuidadoso. A arquitetura da cidade é arrebatadora. A mistura do barroco tardio, com o gótico e renascentista , gerou uma cidade que é um museu a céu aberto. Em qualquer esquina nos deparamos com edifícios em que suas paredes demonstravam afrescos deslumbrantes. As janelas góticas adornadas por abóbodas verdes e douradas dão um toque mais oriental para a cidade.

1ºdia – Venceslas Square, Bairro Castelo, Nové Mesto(Nova cidade), bairro Judeu(Josefov)  almoço presunto de Praga,Gulache ou Ceska Bramborová(sopa nacional) muito boa.

A tarde pegamos um excelente walking tours com a UNITY TOURS, que se pagava o quanto queria ao final de 1h30 de passeio histórico pelo centro, com a ótima guia Laura que falava em espanhol. Muito animada, contextualizava a história de uma maneira muito especial colocando os argumentos das épocas de uma forma muito clara. Recomendo! E o relógio astronômico! Um show de tecnologia!

Noite. Tem bons concertos musicais clássicos. Conseguimos na TYN Church por 17 euros. Vale sempre a pena pesquisar o que está acontecendo de musicais na cidade.

2ºdia – Pegamos outro walking tour com a mesma companhia, só que agora tinha que pagar 10,00 euros por pessoa, mas que também foi excelente. O guia Carlos conseguia de maneira dramática sintetizar toda a história das invasões e dramas desta cidade. Fomos pela Ponte Carlos até a Igreja de São Vito e também ao Castelo Real. Nota 10!!!!  Jantar no agradável Boat Restaurant a beira do Rio!

3ºdia – Cidade nova, Estação de trem, Opera, Rio Vltava(Moldava), andar pelas ruas…Mala Strana(cidade velha), Ponte Carlos  e almoço no excelente CukrkavaLimonada( Café, açúcar e limonada) na Lazenska ,7

 

PRAGA – VIENA trem 41,00 euros por pessoa + 3,00 para marcar lugar. muito tranquilo a viagem de 4 horas com bom restaurante no trem.

 

VIENA 

Ficamos muito bem instalados no IBIS Mariahilf, com ótimo custo/benefício, localização a 100 metros do Westbanhof e a 8 minutos do centro. Bom café da manhã incluso no preço. Minha agente CASSIA da Cassiatur – 11-3815.3301 conseguir preços melhores que a booking.com

A cidade é majestosa, suntuosa, classuda e não é exagero alguém apresentá-la com estas 3 palavras. Ela impacta pela sua arquitetura e história. O fato dos nobres e a realeza optarem por manter seus palácios no interior da cidade (o que seria dentro das muralhas, hoje destruídas) e não como uma boa parte das cidades europeias, onde os nobres com o tempo constroem suas residências fora da cidade, fez com que Viena seja repleta dos mais lindos palácios e castelos.

 

1ºdia – Centro e Igreja de STEPHANSDOM , Graben ST, biblioteca nacional.

Caminhar pelo centro da cidade.

2ºdia – Big Bus Tours – 25,00 por pessoa – para quem pouco tempo na cidade é uma boa opção para ter uma visão ampla da cidade.

Cafe Central – um clássico da cidade, requintado, com colunas góticas e piano de cauda. Tomar o Melange (quase um machiato) é obrigatório mas o APFESTRUDEL deixou a desejar….

Concerto de violinos, viola à noite na igreja Anna Kirche. 10,00 euros por pessoa. Veja sempre a programação  nas Informações Turísticas.

VAPIANO – este restaurante que está se espalhando pelo mundo é uma boa opção de comida rápida, quando você não tem muito tempo para comer em um restaurante mais clássico. O cardápio é mundial e não temos surpresas; ótimas saladas, pizzas e massas.

3ºdia – SCHONBRUNN – o maravilhoso palácio de verão – reserve 3 horas para andar pelo Palácio e por seus jardins. entrada a 17,50 euros por pessoa

A Noite – OPERA – o prédio tem que ser visitado. Clássico e uma das melhores acústicas da Europa! Conseguimos comprar ingresso mais barato para assistir de pé por apenas 3,00 para quem compra em cima da hora. O Elixir do Amor…simplesmente espetacular mesmo assistindo de pé….rsrsr

 

VIENA – BUDAPEST – de trem 2h30 – 29,00 euros por pessoa + 3,50 para marcar lugar( mais uma vez não se esqueça deste detalhe para não ter dor de cabeça na hora de se sentar e ter que discutir em alemão ou em húngaro…já pensou nisto….

 

BUDAPEST

Há 25 anos atrás quando visitamos Budapest, pensamos que um dia poderíamos ficar no GELLERT DANUBUIS HOTEL, que é um clássico da cidade. Então dessa vez lá fomos nós para este palácio que tinha até um preço bem acessível. POR FORA é lindo,mas as acomodações por dentro deixam muito a desejar. Os quartos são muito antigos, carpete muito velho cheirando a mofo e com móveis que não se adequam mais a estrutura digital de nossos dias.

Minha agente CASSIA da Cassiatur – 11-3815.3301 conseguir preços melhores que a booking.com

O SPA do hotel, fundado em 1896 ainda tem o seu glamour mas carece de algumas melhorias para modernizar e sem perder a sua característica de SPA.

1ºdia – andar pela cidade, atravessar a belíssima CHAIN BRIDGE, cartão postal da cidade e se perder pelo centro histórico.

Jantar no excelente Akademia Italia www.akademiaitalia.hu – excelente massas, vinhos, atendimento impecável. RECOMENDO!

2ºdia – muito bom o café da manhã no hotel com vista para o rio DANUBIO.

BUDA – walking tour de 1h30 com a excelente guia Ursula da Yellow Umbrella Tours Budapest. Recomendo!

A tarde voltar para Pest para ver o Parlamento e a igreja de St Istevan.

Jantar no excelente ASZU. Parece mais caro do que é…e a comida é simplesmente sensacional. Eleita a melhor refeição da viagem. www.aszuetterem.hu

3ºdia – SPA do hotel GELLERT – boa mas esperava mais pela fama que tem. Para os hóspedes, pode-se entrar um dia sem pagar.

MARKET HALL – o mercadão da cidade com frutas, legumes, doces, salgados, restaurantes e o melhor lugar da cidade para comprar lembrancinhas….metade do preço que das lojas convencionais. Visita obrigatória

DiVINO – bar de vinhos locais com ótimo astral quase em frente a igreja de St Istevan. Boa pedida para um final de tarde.

Noite – DUNA PALOTA – concerto de música clássica. Verifique a programação local pois sempre tem boas peças.

 

17º dia …..voltar para casa….BUDAPEST – AMSTERDAM – SÃO PAULO.

KLM – Muito boa mesmo: pontual, atendimento cordial, boas refeições, cadeiras confortáveis e boas opções de filmes para se assistir.

C’EST FINI!

 

2 thoughts to “Europa Central/Oriental-AMS-Berlin-Praga-Viena-Budapest por Jota”

  1. Jota e Ia …Viajem maravilhosa! …muitos locais ainda não fomos e usaremos as dicas!!!
    Recomendo para seus leitores que forem a Praga se puderem depois esticar 2 dias até Karlovy Vary , cidadezinha termal na Republica Tcheca, muito linda e encantadora (ficar no Gran Hotel Pupp, onde foi filmado 007 Cassino Royale) …Beijos!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *